A proposta do Mestrado em Artes na Universidade do Estado de Minas Gerais é fruto da produção artística e científica realizada na Escola Guignard e na Escola de Música, fundada necessidade de diálogo entre os dois campos de conhecimento, artes visuais e música.

O corpo docente reúne doutores das áreas de música, artes visuais, educação, história, letras e comunicação dedicados à diversos projetos de pesquisa que incluem temas relativos à correspondência interartes, processos de mediação e recepção, curadoria, arte e tecnologia, diversidade cultural e metodologias de ensino em arte.

A proposta de abertura de um Curso de Mestrado em Artes na Universidade do Estado de Minas Gerais – UEMG é fruto de uma trajetória significativa de produção artística e científica que vem sendo realizada na Escola Guignard e na Escola de Música dessa universidade, e em especial, de uma vontade coletiva de diálogo entre os dois campos de conhecimento, artes visuais e música. Baseado em uma visão contemporânea sobre o hibridismo inerente aos processos artísticos e formativos na área, o curso aqui proposto está em consonância com a concepção de interdisciplinaridade explicitada no Documento 003/2012 da área de Artes/Música da CAPES, segundo o qual “o fundamental das propostas interdisciplinares são os processos mentais que supõem o entrecruzamento de disciplinas”, provocando “novas formas de pensar” a partir da “tensão criativa produzida pelas diferenças”.

A implantação desse programa tem como função primeira qualificar profissionais para atuarem no campo do ensino e da pesquisa acadêmico-científica. Portanto, o Mestrado em Artes da UEMG contribuirá para o fortalecimento e a continuidade das investigações acadêmicas que vêm sendo realizadas na Escola Guignard e na Escola de Música, bem como para a solidificação de determinados campos de conhecimento que se encontram em plena expansão e que estabelecem interface com a arte.